Saiba como vigiar o que seus filhos fazem na internet


Atualmente, as crianças passam boa parte do dia na internet, seja para se divertirem ou aprender coisas novas. Porém, independente da finalidade, é dever dos pais estarem atentos, pois o ambiente online pode oferecer muitos riscos, principalmente, para os pequenos.

Sendo assim, navegar pela internet deve ser algo cauteloso, pois é preciso evitar os perigos, como assédios virtuais, vírus, golpes, vazamentos de dados e muito mais. Sem dúvidas, esses são problemas que podem ocorrer com todos. Porém, as crianças são mais vulneráveis e acabam caindo facilmente nessas situações.

Pensando nisso, para te auxiliar nessa missão, separamos algumas dicas valiosas para que consiga vigiar o que os seus filhos fazem na internet e, consequentemente, protegê-los. Para conferir, basta continuar a leitura!


5 dicas para ficar atento ao que seus filhos fazem na internet


A seguir selecionamos alguns pontos para que consiga vigiar o que seus filhos estão fazendo na internet:


1. Construa uma relação de confiança


Na intenção de proteger os filhos, muitos pais acabam tirando toda a liberdade da criança. Porém, isso não deve acontecer.

Pensando nisso, o ideal é que estabeleça uma relação de confiança, pois, caso aconteça algo, rapidamente ela irá te procurar para pedir ajuda. Portanto, essa é uma ótima estratégia para que saiba tudo que está acontecendo com a criança.


2. Instrua a criança


Muito relacionado ao tópico anterior, é essencial que explique os perigos da internet para o seu pequeno. Afinal, eles evitarão passar por essas situações, pois saberão das consequências dos problemas.


3. Esteja sempre perto


Dependendo da idade, o acompanhamento deve ser integral, ou seja, no momento em que a criança estiver navegando pela internet, você deve estar perto.

Para entender se o monitoramento deve, ou não, ser integral, é necessário que avalie a criança e o grau de entendimento que ela terá caso encontre algum perigo nas redes. Por exemplo, se a criança for muito nova, provavelmente, não conseguirá entender a possibilidade de vírus, golpes etc.

Agora, se o nível de entendimento for elevado e tiverem um alto grau de confiança, basta colocar o computador em um local central da casa. E, se for no celular, sempre faça visitas ao local onde a criança se encontra com o aparelho para entender o que ela está vendo.


4. Utilize aplicativos para monitoramento


Existem diversos aplicativos que podem ajudar, e muito, no monitoramento. Por exemplo, alguns deles permitirão que você faça bloqueios em sites, outros que tenha acesso a tudo que foi digitado etc.

Lembre-se de conversar com a criança. Afinal, ela precisa estar ciente do monitoramento, pois o diálogo é primordial para a relação de confiança.


5. Coloque limites de tempo


Determinar um período do dia é uma ótima opção para a segurança do seu pequeno. Afinal, com menos tempo de uso, as chances de perigo serão menores. Além disso, sabendo o horário de uso, ficará muito mais fácil monitorar.

Limitar o tempo também é essencial para a saúde e o desenvolvimento da criança. Afinal, ela precisa sair das telas para brincar, passear, estudar etc.

Esperamos que tenha gostado das dicas. Agora, as coloque em prática e garanta mais segurança para os seus filhos. E, caso queira ter acesso a mais conteúdos para garantir o bem-estar dos seus pequenos, basta conhecer o nosso site. Estamos te aguardando!

★ Youtube: https://www.youtube.com/asteriumland


★ Facebook: https://www.facebook.com/asteriumland​


★ Instagram: https://www.instagram.com/asteriumland​


★ Tiktok: https://www.tiktok.com/@asteriumland


★ AsteriumLand: https://www.asteriumland.com​

4 visualizações0 comentário